terça-feira, 10 de maio de 2011

Dez coisas a serem aprendidas com o Japão

Dez coisas a serem aprendidas com o Japão

Mais um e-mail que virou postagem. Se você também recebeu, desconsidere :)

A carta abaixo foi escrita por um imigrante vietnamita que é policial no Japão (Fukushima). Foi enviada a um jornal em Shangai que traduziu e publicou. Recebi essa tradução, com a nota de ter sido traduzida o mais fielmente possível ao texto original.

Querido irmão,
Como estão vocês e sua família? Estes últimos dias tem sido um verdadeiro caos. Quando fecho meus olhos, vejo cadáveres e quando os abro, também vejo cadáveres.
Cada um de nós está trabalhando umas 20 horas por dia e mesmo assim, gostaria que houvesse 48 horas no dia para poder continuar ajudar e resgatar as pessoas.
Estamos sem água e eletricidade e as porções de comida estão quase a zero. Mal conseguimos mudar os refugiados e logo há ordens para mudá-los para outros lugares.
Atualmente estou em Fukushima – a uns 25 quilômetros da usina nuclear. Tenho tanto a contar que se fosse contar tudo, essa carta se tornaria um verdadeiro romance sobre relações humanas e comportamentos durante tempos de crise.
As pessoas aqui permanecem calmas – seu senso de dignidade e seu comportamento são muito bons – assim, as coisas não são tão ruins como poderiam. Entretanto, mais uma semana, não posso garantir que as coisas não cheguem a um ponto onde não poderemos dar proteção e manter a ordem de forma apropriada.
Afinal de contas, eles são humanos e quando a fome e a sede se sobrepõem à dignidade, eles farão o que tiver que ser feito para conseguir comida e água. O governo está tentando fornecer suprimentos pelo ar enviando comida e medicamentos, mas é como jogar um pouco de sal no oceano.
Irmão querido, houve um incidente realmente tocante que envolveu um garotinho japonês que ensinou um adulto como eu uma lição de como se comportar como um verdadeiro ser humano.
Ontem à noite fui enviado para uma escola infantil para ajudar uma organização de caridade a distribuir comida aos refugiados. Era uma fila muito longa que ia longe. Vi um garotinho de uns 9 anos. Ele estava usando uma camiseta e um par de shorts.
Estava ficando muito frio e o garoto estava no final da fila. Fiquei preocupado se, ao chegar sua vez, poderia não haver mais comida. Fui falar com ele. Ele disse que estava na escola quando o terremoto ocorreu. Seu pai trabalhava perto e estava se dirigindo para a escola. O garoto estava no terraço do terceiro andar quando viu a tsunami levar o carro do seu pai.
Perguntei sobre sua mãe. Ele disse que sua casa era bem perto da praia e que sua mãe e sua irmãzinha provavelmente não sobreviveram. Ele virou a cabeça para limpar uma lágrima quando perguntei sobre sua família.
O garoto estava tremendo. Tirei minha jaqueta de policial e coloquei sobre ele. Foi ai que a minha bolsa de comida caiu. Peguei-a e dei-a a ele. “Quando chegar a sua vez, a comida pode ter acabado. Assim, aqui está a minha porção. Eu já comi. Por que você não come”?
Ele pegou a minha comida e fez uma reverência. Pensei que ele iria comer imediatamente, mas ele não o fez. Pegou a bolsa de comida, foi até o início da fila e colocou-a onde todas as outras comidas estavam esperando para serem distribuídas.
Fiquei chocado. Perguntei-lhe por que ele não havia comido ao invés de colocar a comida na pilha de comida para distribuição. Ele respondeu: “Porque vejo pessoas com mais fome que eu. Se eu colocar a comida lá, eles irão distribuir a comida mais igualmente”.
Quando ouvi aquilo, me virei para que as pessoas não me vissem chorar.
Uma sociedade que pode produzir uma pessoa de 9 anos que compreende o conceito de sacrifício para o bem maior deve ser uma grande sociedade, um grande povo.
Envie minhas saudações a sua família. Tenho que ir, meu plantão já começou.
Ha Minh Thanh

1 – A CALMA
Nenhuma imagem de gente se lamentando, gritando e reclamando que “havia perdido tudo”. A tristeza por si só já bastava.
2 – A DIGNIDADE
Filas disciplinadas para água e comida. Nenhuma palavra dura e nenhum gesto de desagravo.
3 – A HABILIDADE
Arquitetos fantásticos, por exemplo. Os prédios balançaram, mas não caíram.
4 – A SOLIDARIEDADE
As pessoas compravam somente o que realmente necessitavam no momento. Assim todos poderiam comprar alguma coisa.
5 – A ORDEM
Nenhum saque a lojas. Sem buzinaço e tráfego pesado nas estradas. Apenas compreensão.
6 – O SACRIFÍCIO
Cinqüenta trabalhadores ficaram para bombear água do mar para os reatores da usina de Fukushima. Como poderão ser recompensados?
7 – A TERNURA
Os restaurantes cortaram pela metade seus preços. Caixas eletrônicos deixados sem qualquer tipo de vigilância. Os fortes cuidavam dos fracos.
8 – O TREINAMENTO
Velhos e jovens, todos sabiam o que fazer e fizeram exatamente o que lhes foi ensinado.
9 – A IMPRENSA
Mostraram enorme discrição nos boletins de notícias. Nada de reportagens sensacionalistas com repórteres imbecis. Apenas reportagens calmas dos fatos.
10 – A CONSCIÊNCIA
Quando a energia acabava em uma loja, as pessoas recolocavam as mercadorias nas prateleiras e saiam calmamente.

sábado, 7 de maio de 2011

49 Motivos pra não assistir a Rede Globo

49 Motivos pra não assistir a Rede Globo
(Como visto em www.libertar.info)

Para que esta postagem não fique apenas no ctrl+c / ctrl+v, as imagens abaixo contém links para postagens interessantes sobre o mesmo tema (plim, plim!) que encontrei enquanto pesquisava imagens para esta postagem em si. Destaque para a primeira, que não apenas fala a respeito mas também disponibiliza o link para assistir online ou fazer o download de "Muito além do cidadão Kane", documentário produzido pela BBC de Londres, e censurado pela Globo aqui no Brasil. Vale a pena conferir.
1. Apoiou a ditadura militar.

2. Nunca se pronunciou contra a censura prévia à imprensa.

3. Ignorou a tortura e sempre encampou as versões oficiais em relação aos desaparecidos políticos. Quando algum militante aparecia morto, o jornal dizia que ele tinha sido atropelado.

4. Boicotou a Campanha das Diretas enquanto pôde. É dessa época, a frase “O povo não é bobo. Abaixo a Rede Globo”, repetida em comícios da oposição quando a emissora insistia em dizer que apenas umas poucas pessoas tinham aparecido.

5. Sempre esteve ao lado de todos os governos, civis ou militares, fosse o presidente um latifundiário, um sociólogo, um metalúrgico ou um notório corrupto.

6. Elegeu o Collor.

7. Seu núcleo de Jornalismo distorce as notícias, manipula dados estatísticos, omite, deforma e ficciona a História brasileira e mundial. Por isso, o Jornal Nacional tem o apelido carinhoso de Ilha da Fantasia.

8. O Jornal Nacional veicula as notícias com um vocabulário de no máximo 850 palavras.

9. A emissora está chantageando o governo para que o BNDES lhe entregue a quantia de 1 bilhão de reais no intuito de sanear suas contas fraudulentas.

10. Muito desse rombo financeiro deveu-se à má administração e à falta de planejamento. Acreditando no canto da sereia do Plano Real, a empresa monopolista esperava 10 milhões de assinantes da Net. Conseguiu 1,2 milhão.

11. No começo, chamava-se Globo Cabo. Recebeu o batismo jurídico de Net Serviços, já se preparando para uma possível venda. Mas ninguém comprou esse pepino.

12. A incompetência foi além: a Rede Globo enterrou US$ 200 milhões na compra dos direitos de transmissão dos jogos da Copa do Mundo no México e da que será jogada em 2006, amargando um prejuízo de US$ 30 milhões.

13. Um dia depois do Lula ser eleito, em 2002, um comunicado assinado pelo diretor financeiro da empresa, Ronnie Marinho, anunciou que a holding do grupo decidira suspender o pagamento das dívidas de US$ 2,63 bilhões por, pelo menos, 90 dias.

14. Mesmo assim, por conta desse delírio de grandeza, continuou mantendo inúmeros contratados sob regime de quase escravidão.

15. Gasta fortunas incríveis comprando o passe de atores para que fiquem de stand by sob sua jurisdição, proibindo-os de trabalharem no teatro ou em outras emissoras. O exemplo mais gritante é a Lucélia Santos. Quando fez uma novela pra Manchete, ficou na geladeira durante décadas.

16. Isso sem contar que não recebeu vários direitos de imagem pela novela Escrava Isaura, a novela mais vista no mundo, pela qual a emissora ganhou uma baba incalculável.

17. A Globo atuou abertamente dentro do Congresso Nacional, pressionando e corrompendo os deputados, com o objetivo de melar a votação sobre as mudanças na Lei de Concessão de Canais de TV e Emissoras de Rádio.

18. Roberto Marinho em pessoa se encarregou de censurar a cobertura da eleição de 1989 no jornal O Globo.

19.Demitiu fotógrafos que entregavam flagrantes onde se via mais pessoas nos comícios de Lula.

20. O núcleo de Jornalismo manipulou vergonhosamente o debate entre Collor e Lula.

21. Das 2 horas da tarde até às 11 da noite, a emissora transmite nada menos que 7 novelas, entre reprises, soap opera, casos especiais e minisséries.

22. O resto é anúncio de celular e de bancos, esses mesmos que cobram juros de 12,5% ao mês para uma inflação projetada de 4,5% ao ano.

23. Nas telenovelas, o pessoal passa o tempo todo correndo atrás da verdadeira mãe, do verdadeiro pai e a grande dúvida é saber se o filho é legítimo. Chamam isso de dramaturgia.

24.98% dos atores são brancos, bonitos e musculosos.

25. Em geral, as atrizes negras que não são empregadas domésticas são bonitas e vão posar para a Playboy.

26. Os poucos atores negros agem como brancos.

27. 80% não são atores, são modelos de publicidade.

28. O núcleo de dramaturgia é composto por 15 roteiristas que ganham de 20 a 30 paus por mês. Quando não estão na ativa, ganham só 10.

29. Geralmente, os atores de telenovelas para adolescentes só são flagrados lendo um livro quando quebram uma perna.

30. A emissora é também conhecida como Vênus Platinada, Chapa Branca, Canal Hegemônico, Cocaína dos Pobres.

31. Detém 80% dos anunciantes de todo o território nacional mas a audiência não é eqüivalente.

32. A Som Livre, empresa agregada, pressiona, chantageia e domina completamente todas as rádios brasileiras, impondo cantores, compositores e músicas que tocam nas novelas.

33. No início dos anos 90, num programa matinal da TV Globo dirigido ao público infantil, crianças entravam numa gincana pela disputa de um game qualquer. A que apresentava o pior desempenho era castigada recebendo um livro de presente.

34. A Xuxa conseguiu banir das locadoras de todo o país o filme Amor, Estranho Amor, onde aparecia nua. A obra prima de Walter Hugo Khoury não poderá mais ser vista por ninguém nunca mais, coisa que nem a ditadura militar conseguiu fazer na sua época mais obscura e feroz.

35. Alegou que estava zelando pela sua imagem: protegia os baixinhos. Anos mais tarde, deu um exemplo desse desvelo em relação ao seu público mirim: contratou o Luciano Szafir para que a emprenhasse com seu sêmen, reeditando velhos postulados nazistas de limpeza da raça ariana. Depois que Sasha nasceu, ela deu um pé no sujeito, que foi banido definitivamente da programação global e caiu no ostracismo.

36. Sob o beneplácito da Globo, a Xuxa é a principal responsável pela erotização precoce das crianças brasileiras.

37. Hipocritamente, na outra ponta, o jornalismo da Rede Globo dá a maior cobertura à caça de pedófilos. Dessa maneira, fatura nos dois pólos. Cria a demanda e a persegue.

38. A emissora não deu a menor cobertura de segurança ao jornalista Tim Lopes. Pelo contrário, incitou-o a se expor diante do perigo do narcotráfico com câmaras ocultas e mini gravadores camuflados, tudo para promover o espetáculo do voyerismo na telinha.

39. Demorou dois dias para noticiar seu desaparecimento.

40. Depois que Tim foi encontrado retalhado em pedacinhos e carbonizado, promoveu outro espetáculo de igual magnitude, tornando-o mártir da notícia. Faturando em cima mais uma vez.

41. Quando viajamos ao exterior e ficam sabendo que somos brasileiros, sempre perguntam: “Ah, você é daquele país que é governado por um canal de televisão?”

42. Quando perguntam quem manda no Brasil, a hierarquia é a seguinte: primeiro, Roberto Marinho, segundo, ACM e, por último, o presidente da República. Com a morte do Cidadão Kane tupiniquim, nada mudou: botaram um filho no lugar.

43. Nunca a Globo prestou contas à opinião pública sobre o destino do dinheiro do projeto Criança Esperança. Mas sabe-se que ele vai para muitos bolsos, principalmente o do Renato Aragão. Uma merreca vai para os Programas de Caridade.

44.O demagogo Galvão Bueno é o porta voz oficial da emissora. Com sua voz metálico-ufanista, faz lobby, pressiona dirigentes, escala jogadores e demite técnicos de clubes e da seleção. Criou uma semiologia da Fórmula 1. Mistificou a vida (e principalmente a morte) de Ayrton Senna, tornando-o um fetiche áudio visual da classe média brasileira.

45. Através das telenovelas, a TV Globo uniformizou até a fala do brasileiro, destruindo o folclore, a cultura, os sotaques e dialetos regionais.

46. A trama das Telenovelas fica sob a tutela de um bando de donas de casa, que estica ou abrevia histórias, censura comportamentos, atitudes, opções sexuais, episódios difíceis e núcleos inteiros, determinando a morte de personagens, casamentos e a reviravolta do enredo através de viagens sem volta e shoppings que explodem

47. Tomou a dianteira na tentativa mais espetacular de estupidificação do povo brasileiro: o Big Brother, um programa diário onde os convidados ficam de sunga durante o dia, vestem um roupão à tarde e, à noite, todos somem debaixo de enormes edredons e cobertores.

48. Como se percebe logo nos minutos iniciais dos reality shows, o grande desafio é fazer com que os integrantes do grupo formem palavras com mais de uma sílaba.

49. O pessoal fica indo e vindo, toca uma musiquinha no fundo, um cachorro se coça, uma menina de biquíni passa bronzeador no corpo, um garotão espanta uma mosca. Da noite para o dia, pessoas que não sabem fazer absolutamente nada e viram celebridades.